Mundo afora

Janeiro 2013

O quão longe vale a pena ir, em busca do melhor queijo? Pra uma apaixonada como eu, nenhuma distância é longa demais. Depois de uma dezena de horas pra vencer um oceano e mais um par delas no trem que me levou de Paris a Estrasburgo,...

Dezembro 2012

Desculpem o sumiço. Acho que nunca fiquei tanto tempo longe do blog. Mas andava precisando de uns dias fora do radar, pra fazer um balanço de 2012, desacelerar a mente, e, então, retomar o fôlego pra começar tudo de novo em 2013. Vim fazer isso longe,...

Outubro 2012

Faço parte de um grupo de pessoas acometidas por um problema que, a cada dia, percebo ser mais recorrente do que eu pensava: dependência crônica de Paris. Gente capaz de qualquer sacrifício pra fazer caber um pouquinho de Paris no seu ano. Gente que, aonde quer que vá,...

Maio 2012

Desde a primeira vez em que estive no bistrô de Christian Constant na rue Saint Dominique, soube que entraria pra lista dos meus favoritos em Paris. Curiosamente, fazia alguns anos que eu não voltava ali – nem sei bem por quê. Em março,...

Maio 2012

Há tempos eu me devia uma visita ao Marché d’Aligre, dos mais famosos em Paris, embora não muito turístico. No dia em que estive lá, chovia, ventava, fazia frio. Naturalmente, encontrei o mercado menos vibrante que o de costume. Como vejo uma beleza...

Abril 2012

Não são incomuns jantares em que, após dez ou mais cursos de um menu degustação, o chef não tenha conseguido dizer a que veio. Mais raro é deparar com um restaurante onde um simples percurso de entrada-prato-sobremesa não lhe deixe dúvida de que...

Abril 2012

Há alguns anos, seguindo o conceito tão em voga de “cozinha do terroir”, Yannick Alléno, chef do Le Meurice, criou no restaurante do hotel um menu que homenageia receitas e produtos característicos da Île de France, região onde Paris está situada. Batizou-o Terroir...

Março 2012

Como já tinha adiantado alguns posts atrás, uma das minhas melhores refeições nessa passagem por Paris aconteceu no Chatomat. Uma portinha numa ruela insuspeita do 20ème. Sem chef famoso. Um jovem casal na minúscula cozinha – ela, italiana que já viveu Brasil; ele,...

Novembro 2011

No último post, prometi uma sequência com mais Olivier Roellinger. Como disse aqui, além do Château Richeux, que abriga o restaurante Le Coquillage, visitei também a pâtisserie (foto acima) e a loja de especiarias que o chef mantém no centro de Cancale.

As especiarias...

Novembro 2011

Quando escrevi sobre minha passagem pelo norte da Bretanha, mencionei que um dos meus grandes interesses na região era ver de perto o universo de um dos mais respeitados chefs da França, Olivier Roellinger, figura por quem tenho tremenda admiração. À época, não...

recentes 1 2 3 4 5 anteriores
© Pra quem quiser me visitar - Todos os direitos reservados

Envie para um amigo:

*
*

Assinar Newsletter:

Remover email: